Dicas de serigrafia

17/08/2017 

Tentar economizar na escolha dos produtos pode acabar gerando uma grande dor de cabeça, isso sem contar o prejuízo que pode haver por ter de comprar tudo novamente de uma qualidade superior para conseguir obter os resultados desejados.

Muitas vezes, quando estamos começando na serigrafia, queremos fazer rapidamente uma estampa super elaborada, o que pode ser um erro, pois você ainda não tem prática para trabalhar com todos esses materiais, causando perda desnecessária, além da frustração de não alcançar o resultado desejado. Comece com estampas mais simples e aos poucos vá evoluindo, com o aprendizado diário e também conversando com outras pessoas experientes na área, quando menos esperar já estará fazendo estampas bem diferenciadas.

Nunca se esqueça de manter o seu ambiente de trabalho limpo e arejado, pois você não vai desejar que sujeira caia na sua estampa que ainda não está seca, deixando resquícios ou respirar muitos químicos que podem prejudicar a saúde se inalados em ambiente fechado. Falando em químicos, lembre-se de conferir a lei ambiental de onde reside, podendo descartar todo o material que foi utilizado de modo correto.

Se atenha para a viscosidade da tinta serigráfica, se ela estiver muito grossa, você terá que fazer mais força com o rodo para que ela passe pela matriz, deixando a estampa irregular, com defeitos e sombras no material. Uma ou duas passadas de rodo são mais do que o necessário para que seu material seja estampado, se você tiver que fazer mais vezes que isso, algo está errado, pois não é necessário tanto esforço para que a tinta chegue ao substrato.

voltar ao Blog